17 julho 2017

A pedra no caminho valoriza o sucesso da empreitada

Paz do Senhor meus visitantes.

Conforme nós vamos amadurecendo na fé vamos aprendendo  a olhar o movimento da vida ao nosso redor com outros olhos. Quando imaturos na fé choramos atoa por pedras que encontramos no caminho e clamamos ao Pai para tirar do nosso caminho estas pedras. É ou não é assim irmão?

Quantas vezes eu chorei por problemas familiares, quantas vezes eu feri e fui ferida, quantas dificuldades de todo tipo eu passei na minha vida e sempre chorando e esperando que aquilo se acabasse. Muitas vezes sem pedir perdão a Deus por não enxergar os erros que eu mesma cometia. E parecia que aquela cegueira, não percebida por mim, me impedia de resolver minhas dificuldades e até parecia que Deus fazia pouco caso delas e não me ajudava a resolvê-las.

Deus foi me ensinando a ver a situação de outra maneira, e as pedras no meu caminho começaram a valorizar o meu esforço. Eu lutava por algo e vinha uma pedra que impedia a vitoria do negócio, então comecei e entender o seguinte: se  eu não desistisse da luta, não olhasse para a pedra, ela continuaria ali, eu insistiria na luta e no final veria o  meu propósito alcançado e a pedra iria valorizar a minha luta. Veja se ficou claro para você entender.

A pedra no caminho passou a ser irrisória porque a conquista do resultado não estava em mim e sim nas mãos do Senhor, e o que é uma pedra senão uma tentativa do diabo para atrapalhar a realização do plano? As pedras no meu caminho passaram a valorizar o meu sucesso. Coisa fácil não tem graça e se você entrega em oração a Deus  todos os seus propósitos, ele aplaina o seu caminho, as pedras ficam de lado na beira da estrada e você passa.

Assim, eu passei a não não lutar contra pedra, elas devem continuam na estrada e elas valorizam o  meu sucesso em cada empreendimento na minha vida. A pedra pode ser uma pessoa invejosa, pessoa que continua a nos agredir (e tem). A pedra pode ser uma dificuldade na tramitação de um procedimento ou intento de alcançar um sucesso em algo. Enfim, as pedras no nosso caminho são empecilhos, porém, em vez de ficar olhando para as pedras e clamando a Deus para tirá-las de lá, vá à luta, olhando o ponto de chegada, segurando na mão de Deus, e ele vai abençoando a vitória. Deus te fará uma fortaleza, mira nele e vá em frente.

Receba esta bênção irmão: 
Senhor Deus abençoa a vida desta pessoa que leu este texto,  toma nas tuas  mãos esta pessoa e acarinha ela, encha ela do teu amor, dá a ela a certeza da tua ajuda, para que no final ela só tenha a ti para agradecer a vitória. em nome de Jesus, amém!

Por Alda Inácio


02 julho 2017

Quem passa pelo deserto se levanta mais forte

Na  semana do dia 20/06/2017 eu sai para distribuir o livrinho O sonho de Deus; preparei quantidade para cobrir dois quarteirões de um bairro de Goiânia e para lá me dirigi. Coloco sempre cada livrinho dentro de um envelope, escrevo na parte frontal do envelope "Para você com amor" e escolho no mapa da cidade o quarteirão que vou trabalhar e faço o contorno dele, colocando em cada caixinha de correio um envelope com o livretinho. Ao colocar na caixa do correio faço uma oração para que Deus abençoe quem vai ler o livrinho e dê a Salvação a esta casa. Quando encontro o dono(a) da casa no quintal ou, no portão entrego na mão dele(a).

E neste dia de distribuição, fechei o primeiro quarteirão, depois fui para o segundo quarteirão e, ao finalizar sobrou um livrinho  na minha mão, então ouvi a voz do Senhor muito prontamente falando comigo "Este livro que sobrou você vai entregar na mão de uma pessoa agora e ela vai receber a salvação". 

Andei 10 passos, cheguei na esquina, a rua calma e me apareceu um rapaz todo sujo com um papel na mão e me disse "senhora, poderia me ajudar com algum dinheiro, eu vim do Mato Grosso e estou em tratamento de saúde aqui em Goiânia".

Foi um momento de muita emoção, e eu não duvidei, sabia que era ele que o Senhor tinha colocado naquela esquina para receber a Salvação, então falei para ele "eu posso te ajudar sim, mas tenho algo mais poderoso aqui na minha mão, leia este livrinho e aceite a Salvação de Jesus Cristo, Deus tem muita coisa boa para você, Deus vai te dar saúde, Deus vai te dar a vida eterna".

O rapaz me agradeceu, eu fui embora,  tenho orado por ele e este incidente me tocou profundamente, porém aconteceu algo estranho comigo daquele dia em diante. Durante toda a semana posterior eu passei pelo "deserto" me senti caída, sem forças, sentia dores no corpo,  chorava sem razão. Aparentemente eu não tinha nada e não entendia o que era aquilo. Achei que estava com depressão. 

Chegou o sábado, após uma semana no deserto, liguei a tv e ouvi a pregação do Pastor Silas Malafaia, onde ele falava que o sofrimento serve para que nós nos lembremos de Deus. Gostei muto de ouvir isto e no momento da pregação do pastor Malafaia entendi o que se passava comigo.

Aquele rapaz da esquina trazia nele a imagem de todos os perdidos da cidade de Goiânia e o meu trabalho na obra chega a ser tão pequeno que tenho certas vezes vergonha de pensar que é só isto que eu faço  sabendo que tantas pessoas precisam de alguém que fale a elas uma palavra de esperança, de cura, de solidariedade, de amor e salvação. E foi ouvindo o Malafaia que Deus colocou no meu coração o plano B da distribuição do livrinho. 

Para este plano B eu precisarei de dinheiro, preciso me organizar para um investimento maior na obra, precisarei de 3 mil reais e sei que Deus proverá, a obra é dele, eu confio que vou conseguir botar o plano B para funcionar. Ele consiste na entrega de 3 mil livrinhos em uma semana, será eu e mais 3 pessoas que Deus indicará e trabalharemos durante 6 dias. O dinheiro será para pagar estas pessoas e fabricar os livrinhos. Quem sabe este plano B será o início de uma obra mais consistente.

Tudo que se faz envolve dinheiro, porém isto virá no tempo certo, eu confio e espero, e o mais importante desta minha passagem pelo deserto naquela semana foi entender o quanto eu preciso  estar mais perto de Deus e entender o que ele espera de mim. Deus é maravilhoso, bondoso, amoroso, compreensivo, e cria o tempo e molda as pessoas; eu estou sendo moldada por ele e só ele sabe em quantos desertos eu já passei. 

Hoje meu irmão, se você está no deserto, olha para Jesus, peça a ele para te explicar o porque deste deserto, com certeza você vai se levantar mais forte se você souber desde já que o deserto te aproxima de Deus.

Deus te abençoe e guarde.

Por Alda Inácio





16 junho 2017

Entendendo os sinais do tempo na atualidade

O mundo gira em torno do ego, isto é, em torno do eu, mesmo em se tratando dos irmãos em Cristo o que percebemos é que vivemos voltados para entender e arrumar nossas próprias vidas, nossos próprios interesses. Nesta correria do dia-a-dia poucos, ou quase ninguém se detém para  pensar no momento global que vivemos. Uma pessoa cerebral como eu, creia, age diferente. Eu me  vejo atirada a pensar e sentir o movimento do mundo, procurando dar sentido a cada movimento do nosso tempo.

Em Marcos 13 Jesus nos mostra o terror dos últimos tempos, coisas que estavam para acontecer nos fins dos tempos. Se formos pensar o conjunto dos acontecimentos relatados ali, ficamos abismados, porem naquele capítulo  Jesus descreve acontecimentos de anos de separação entre um e outro e nos parece uma sequência de coisas. Leia o capítulo inteiro. Não temos bagagem de conhecimento suficiente para saber em que época tudo aquilo acontecerá. 

As minhas análises são relacionadas com a atualidade. O que vivemos hoje, por exemplo, faço observação atenta de um líder político mundial, um líder religioso, com calma, buscando discernimento em Deus. Sei que será por meio de um destes líderes que se manifestará o Anticristo. Olho para o oriente médio e vejo uma armação bem nítida, uma preparação para o governo do Anticristo e uma das coisas que atualmente mais me chama atenção é o fato de muitos países estarem criando leis que possibilitam o voto de estrangeiros, uns resistem, mas muitos aderem. 

Veja este particular sob um ponto de vista de interesse do Anticristo, complicado explicar, porém não é difícil entender. A atualidade vive o terrorismo mundial provocado pelos adeptos de Satanás, sendo que o próprio Satanás não pode agir no mundo diretamente, porque a presença do Espírito Santo o impede, mas seus adeptos e seguidores estão soltos por aí, preparando terreno para um futuro governo mundial. O interesse deles em adentrar outros países é visível e por meio destas leis de acordos entre países para voto de estrangeiros em qualquer país, inconscientemente estamos favorecendo a unificação mundial. Isto faz o jogo certo para um futuro governo global de interesse do Anticristo. 

Eu observo atentamente cada indício, é muito claro o rumo para onde o mundo caminha, também a velocidade com que caminha,  a mudança no ritmo do  tempo é enorme. Até os anos 60 o mundo andava devagar, tudo se refletia no compasso, romantismo, respeito em maior grau, as músicas eram calmas, as pessoas andavam, hoje as pessoas correm, as músicas são loucas, agitadas, tudo é feito a toque rápido, o mundo está acelerado. Este é um sinal bem perceptível de mudança no rumo dos tempos. 

No livro de Mateus 24 vemos nos versículos 32 a 33 a explicação de Jesus sobre nossa necessidade de estarmos antenados  o tempo todo, vendo e analisando o movimento dos tempos. Um simples olhar para as estações do ano nos mostra a mudança entre elas e se somos capazes de ver as mudanças simples das estações saberemos analisar os sinais do fim dos tempos. Veja o texto de Mateus 24:

“Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas.”

O texto nos diz que alguém está próximo às portas. Quem está próximo às portas? Jesus e com ele o caos que se tornará o mundo após  a saída da igreja  deste mundo. Jesus vem, retira a igreja e aquilo que estava sendo preparado nos dias de hoje se tornará o pesadelo para os que aqui ficarem. Fiquemos atentos.

Este texto de hoje deixo como alerta para os irmãos ficarem antenados sobre as mudanças dos tempos e os sinais claros destas mudanças. Esperamos com calma, com alegria, confiados no Senhor porque tudo o que ele faz e fará será sempre protegendo seus filhos, eu e você, com toda a certeza.

Deus abençoe a todos.

Por Alda Inácio

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.